Menu de Navegação de Páginas

Novo game transforma jogadores em ‘cartolas’ do futebol

Poucos meses antes da Copa do Mundo, os aficionados por futebol podem treinar o seu lado “cartola” no Facebook.

A Hoplon, maior desenvolvedora de games do Brasil, está publicando Golaço, da O2 Games, que permite criar, administrar e treinar um time de futebol. Para jogar, basta acessar sua conta na rede social e entrar no link: https://apps.facebook.com/golaco_game/. O jogo é gratuito, possibilitando a compra de itens.

Golaço coloca os jogadores na pele de dirigentes e técnicos de futebol. O objetivo é formar uma equipe cheia de craques e transformá-la em uma das melhores da liga virtual do jogo. Para levar o time ao sucesso, é preciso desempenhar bem ambos os papéis, analisando os melhores passos a serem tomados na parte administrativa do clube e trabalhando as estratégias mais adequadas dentro de campo.

– Golaço é o melhor jogo de management de futebol que existe no Brasil e vamos melhorá-lo ainda mais para fazer frente aos internacionais, diz Guilherme Loureiro, Diretor de Publicação e Marketing da Hoplon.
Ao entrar no mundo do game, a primeira ação do jogador é criar o seu próprio time de futebol. É preciso definir o nome, editar o desenho do escudo e escolher as cores dos uniformes. A meta é fazer com que a equipe cresça tanto financeira quanto taticamente.

Os usuários podem desafiar os seus amigos do Facebook para uma partida amistosa ou inscreverem-se em um dos campeonatos disponíveis, que são abertos a todos. No principal deles, a Liga Golaço, o time começa na Série D e deve ganhar partidas para melhorar sua classificação no decorrer das temporadas até atingir a Série A da competição.

Atuando como técnicos, os jogadores terão que definir a escalação da equipe e as táticas que serão aplicadas dentro de campo. Um dos destaques de Golaço é que é possível assistir às partidas e acompanhar o desempenho do time em tempo real, além de analisar as estatísticas pós-jogo para efetuar ajustes para as próximas rodadas, mexendo na formação ou substituindo atletas, por exemplo.

São, ao todo, sete torneios, cada um com um determinado limite de participantes e um formato, que pode ser mata-mata (quem perder está fora) ou de grupos (quem acumular mais pontos classifica-se para as finais). No modo “Rei da Mesa”, o objetivo é passar o maior número de partidas sem sofrer derrotas.

Já vestindo a camisa de dirigente, os jogadores terão de cuidar de todas as finanças do clube, o que inclui buscar investimentos e patrocinadores que irão levar dinheiro ao time, que poderá ser usado em melhorias. É possível investir na estrutura do estádio, para aumentar a capacidade de público e, consequentemente, os ganhos com ingressos; no centro de treinamento ou nas categorias de base, para revelar novos jogadores.

A compra e venda de atletas é outro fator importante no game. Em Golaço, é possível evoluir os atributos dos jogadores e depois negociar o passe de cada um através de um sistema de leilão, em que os melhores craques recebem os maiores lances.

Tudo acontece em uma interface simples. Ações como ver a posição no ranking ou editar a equipe são organizadas em botões no topo da tela. Obtendo sucesso nas competições, os times ganham mais dinheiro, tem melhores ofertas de investimentos, sobem no ranking online e ainda podem decorar uma sala cheia de troféus.

– A parceria com a O2 Games faz parte da estratégia que criamos no ano passado. A ideia é reunir jogos nacionais de qualidade em nosso portfolio e para isso estamos abrindo as portas da Hoplon para os desenvolvedores nacionais que queiram publicar seus jogos. Queremos ser referência no mercado de publicação, explica Loureiro.
Segundo ele, a empresa está investindo para levar o jogo às plataformas iOS: iPhone e iPad, e irá tomar conta de toda a parte de suporte, publicação e publicidade.

Sobre a Hoplon:

A Hoplon desenvolve e publica games online para os mais diversos perfis de jogadores, conectando pessoas em torno do entretenimento interativo digital. Adotando o modelo free-to-play, a empresa oferece o máximo de diversão com o mínimo de barreiras, alinhada à tendência mundial do mercado de games.

Fundada no ano 2000 em Florianópolis (SC), importante polo tecnológico no Sul do Brasil tem uma equipe de mais de 100 profissionais, entre as áreas de desenvolvimento, publicação e serviços de apoio, a Hoplon participa dos grandes eventos nacionais e internacionais do setor, contribuindo com sua expertise para o fortalecimento da indústria brasileira de games.

TG

Zêr Arnaldo

Atua na área de Geoprocessamento, é editor do Titan Games. Foi curador da área games da Campus Party, adora quadrinhos, fotografia, astronomia, sonhador como Julio Verne, fan do bom e velho rock ‘n roll. Sua meta é conhecer os quatro cantos do mundo, ou quem sabe ir para o alto, e para o infinito ! 🙂

Leia também:

Deixe o seu comentário, crítica ou sugestão !