Menu de Navegação de Páginas

Confira como foi a terceira edição do “The Union” !

Sete artistas mundialmente consagrados deram verdadeiros shows para mais de três mil pessoas, entre estudantes e profissionais das indústrias de cinema, games, publicidade, animação, VFX, design e concept art.

union01

Um final de semana inspirador. Foi com essa promessa que Alessandro Bomfim, sócio fundador da Saga, escola brasileira de arte digital, e Alex Alvarez, sócio fundador da hollywoodiana Gnomon School of Visual Effects, referência mundial no ensino de efeitos visuais, abriram no sábado, 19.10, o primeiro dia do The Union, maior e mais importante evento de efeitos visuais e concept design da América Latina.
O primeiro sinal de que a promessa seria cumprida veio logo em seguida, com Neil Huxley, diretor de criação da Digital Domain, graphic designer e diretor de arte reconhecido por trabalhos em produções como “Avatar” e “Watchmen”. Antes mesmo de começar sua apresentação, Huxley tirou o fôlego da plateia com um teaser da Digital Domain, que mostrou cenas memoráveis de filmes, propagandas e games.

A partir daí, tudo o que se viu nessa terceira edição do The Union foram seguidos shows de técnicas, que terminaram no domingo com um debate entre os sete artistas que participaram dessa terceira edição do The Union, representantes de estúdios brasileiros, além dos sócios fundadores da Gnonom, Alex Alvarez, e da Saga, Alessandro Bomfim, idealizador e realizador do encontro.

union02

Na apresentação que abriu o The Union, Neil Huxley detalhou toda a operação para a produção de animações para videogames, cinema e propaganda. O artista contou com riqueza de detalhes o passo a passo da criação do premiado teaser desenvolvido para o jogo Dead Space 3: Take Down the Terror. Para Huxley, o briefing é uma das etapas mais importantes da criação. “Quanto mais informações você recebe, quanto mais você conhece o seu cliente, melhor e mais fácil será o trabalho desenvolvido”. Outra etapa destacada pelo artista é a pós-produção. “Os últimos ajustes podem ser decisivos. Definir os melhores ângulos, a iluminação e a escolha da música podem fazer a diferença na escolha de um projeto ou outro”. Huxley afirmou ainda que todo esse processo que envolve briefing, preview, produção e pós-produção pode ser usado para qualquer tipo de trabalho, não só animações, games, cinema etc, “Já criei várias animações para clipes e musicais. O processo é o mesmo”.

Ian Joyner, lead character designer e concept artist com créditos em longas como “Jogos Vorazes”, “Cowboys & Aliens”, “Thor” e “Iron Man 2”, foi o segundo a se apresentar no The Union Third Edition. Ainda na manhã de sábado, o artista deu dicas, ensinou técnicas valiosas de programas como Photoshop e ZBrush® e mostrou o processo de criação da Iguana para “The Amazing Spider-Man” (“O Espetacular Homem-Aranha”), filme em que colaborou na pré-produção. “Criamos milhares de desenhos até que o nosso projeto da Iguana fosse aprovado. É muito importante desenvolver spots iniciais e manter contato com o cliente para receber feedbacks do que precisa ser melhorado”, aconselhou.
Tarde de sábado no The Union: um oásis real para estudantes e profissionais da arte digital

Com uma carreira diversificada e abrangente na indústria de efeitos visuais e especialista em matte painting, Alex Nice foi o primeiro a se apresentar na tarde de sábado. Ele abordou técnicas criadas para filmes como “Elysium”, “2012” e The Amazing Spider-Man” (“O Espetacular Homem-Aranha”), e mostrou imagens inéditas de “Sin City: A Dame to Kill For”, filme que irá estrear no ano que vem. Ao final, Nice mostrou o seu portfólio de pinturas e desenhos e levou a plateia ao delírio.

O primeiro dia do The Union acabou com a palestra de Scott Spencer, que deu uma verdadeira aula de creature design. O artista, que se destacou pelos trabalhos em “The Hobbit” e “Iron Man” (Homem de Ferro), fez a plateia vibrar com suas técnicas de modelagem utilizando ZBrush® e Photoshop. Durante a apresentação, Spencer utilizou uma personagem para explicar como combinar forma, silhueta, shape, cores e linguagem para criar um design atraente. “Para criar qualquer coisa, é necessário ter algum tipo de referência”, afirmou o artista que contou que usou fotos do lutador de boxe Nikolay Valuev para criar personagens do filme “The Hobbit”.

Segundo dia do The Union começa e termina com feras dos efeitos visuais e concept design

Nem a hora a menos de sono, consequência do primeiro dia do horário de verão, tirou o ânimo do público que, desde muito cedo, fez fila para ver a palestra de Cecil Kim. Com créditos em jogos aclamados como “God of War”, “Twister Metal” e “Final Fantasy”, ele falou sobre sua experiência de mais de 15 anos e sobre projetos atuais e futuros na área de jogos para celular e computador, como “Sound of Thunder”, um RPG em 3ª pessoa que deverá ser lançado ainda este ano. Fãs de games foram à loucura!!!

A seguir, foi a vez de Brandon Young, atual lead VFX artist na Blur Studios subir ao palco. O artista, que participou de alguns dos mais conceituados e populares game cinematics, como o de “Dante’s Inferno”, “Knights Contract” e “Bio Shock”, ministrou uma palestra de tirar o fôlego, com vários vídeos repletos de efeitos especiais. Questionado sobre o que faz um VFX artist, Young respondeu com muito bom humor “Nós explodimos coisas e pessoas, afogamos coisas e pessoas, levamos o caos para os filmes”. Ao final da apresentação, o artista listou uma série de softwares que utiliza no estúdio em que trabalha, destacando exatamente quais efeitos ele faz com cada um deles.

union03

Encerrando as palestras no The Union, Neville Page deu um show de conhecimento e técnica em sua apresentação e mais uma vez mostrou porque é apontado como o melhor concept artist e creature designer do mundo. Aplaudido de pé já ao chegar ao palco, o artista dividiu com o público as etapas minuciosas de criação de alguns personagens, da inspiração ao ver um frango depenado às linhas de expressão do rosto da criatura. Ao final de sua apresentação, Neville Page revelou que sempre que vem ao Brasil volta para os EUA inspirado e com vontade de produzir cada vez mais.

Após a incrível apresentação de Neville Page, todos os artistas que participaram do The Union retornaram ao palco para um debate e seção de perguntas da plateia. O encontro contou também com profissionais de estúdios brasileiros e com os sócios fundadores da Saga, Alessandro Bomfim, e da Gnomon, Alex Alvarez.

Foi nesse encontro que Neil Huxley deixou a mensagem que resumiu a essência inspiradora da terceira edição do The Union: “Uma boa história não tem preço. Vocês têm que se preocupar em ter uma boa história, e não em criar uma história em torno de milhões de dólares”.
Aplaudidos de pé, os sete artistas que participaram da terceira edição do The Union se despediram do público brasileiro sorteando brindes, distribuindo autógrafos e posando para fotos.

TG

Zêr Arnaldo

Atua na área de Geoprocessamento, é editor do Titan Games. Foi curador da área games da Campus Party, adora quadrinhos, fotografia, astronomia, sonhador como Julio Verne, fan do bom e velho rock ‘n roll. Sua meta é conhecer os quatro cantos do mundo, ou quem sabe ir para o alto, e para o infinito ! 🙂

Leia também:

Deixe o seu comentário, crítica ou sugestão !