Menu de Navegação de Páginas

Go – Mais de 4 milênios de história

Criado há mais de 4000 anos na china, Go sobreviveu através dos tempos e se tornou arte, arte marcial e um desafio para a inteligência articial, computadores ainda não são páreos para humanos.

O que é Go?

Go é um jogo de tabuleiro nascido no império chinês, acredita-se há mais de 4 milênios atrás.  Sua história é rica e misteriosa, não se sabe ao certo como aconteceu o seu invento porém a lenda nos diz que foi criada por um imperador para disciplinar seu filho.

Ainda dentro do campo histórico, Go é descrito como tendo uma de suas utilização, ser uma ferramenta para generais estudarem táticas de guerra, e mais incrível ainda contam as lendas que o destino do Tibet foi decidido em uma partida de Go. Segundo a lenda o imperador do Tibet teria desafiado generais de exército invasores para evitar o confronto armado real.

Tantas lendas e histórias, elevaram o Go à uma posição excêntrica para o que estamos acostumados com os jogos, Go se tornou arte na ásia, sendo atividades nobres das classes sociais mais nobres na ásia ao longo dos anos.

E não parou por aí, Go ficou conhecido como a arte marcial do espírito, por compartilhar das artes marciais a dedicação requerida por seus praticantes para encontrar a perfeição, e também, herdou das artes marciais tradicionais o sistema de classificação dos praticantes. Diferentemente de outros jogos, Go possui um sistema de classificação onde de forma generalizada, os praticantes começam com um número elevado de kyup – se não estou enganado 30 -, vai reduzindo este número até chegar em 1, então entra na classificação dos dans, partindo do 1 e aumentado desta vez, assim como é as artes marciais, neste caso os kyups seriam os faixas coloridas -30º kyup seria o faixa branca digamos- e os dans, os faixas pretas.

Como não poderia ser diferente, um jogo popular em 2014, desperta interesse da indústria dos jogos eletrônicos, porém aí mora um problema, Go é um jogo complexo, que envolve estratégia em um nível mais elevado que mesmo o xadrez, e também intuição, um verdadeiro desafio para cientistas da inteligência artificial é conseguir criar uma boa I.A. que seja capaz de jogar Go em um nível elevado.

O último documento que consultei, de 2011, informa que até então, não haviam conseguido criar uma I.A. que conseguisse derrotar um jogador de Go profissional, diferentemente do xadrez por exemplo, onde humanos não são mais páreos para as máquinas. Em outra listagem, pude ver que as vitórias que a I.A. obteve contra jogadores humanos profissionais, foram com handicap, que é uma espécie de vantagem para equilibrar a partida entre jogadores de níveis diferentes. Então ainda hoje, em uma partida sem handicap para as máquinas, eles não conseguem vencer os humanos.

Para saber um pouco mais eu recomendo este trabalho realizado na Universidade de Brasília: Uma breve história do jogo GO: das suas origens ao século XXI.

Como se joga?

Apesar do seu alto nível estratégico, Go possui regras simples, como diz seu nome (a tradução literal pode ser feita como “jogo de cercar”), seu principal objetivo é criar e capturar territórios.

Resumidamente, jogando alternadamente em um tabuleiro usualmente 19×19 (também é popular os tamanhos 9×9 e 13×13), cada jogador coloca uma pedra, os pretos primeiro, e então quando as peças são cercadas, são retiradas do tabuleiros, cada território consiste em uma região protegida por um ‘cerco’ de pedras de mesma cor e algumas vezes, tendo a borda do tabuleiro como uma das fronteiras do território.

As únicas jogadas proibidas são colocar a peça em um local que ela já estaria cercada (suicídio) e realizar uma jogada que faça o tabuleiro estar igual a sua última rodada.

E então, dependendo das regras adotadas, ganha quem marcar mais pontos, popularmente existem duas grandes regras na contagem dos pontos, resumidamente:

Chinesa: território + pedras que delimitam o território + pedras de mesma cor no interior do território + meio ponto por cada espaço que não componha nenhum território

Japonesa: território + pedras capturadas do adversário

Diz-se que normalmente os dois dão os mesmos resultados.

Para equilibrar a partida também existe o handicap, que nada mais é que a vantagem para o jogador mais fraco começar com pedras no tabuleiro e uma pontuação inicial em favor dos brancos, por serem a segunda jogada.

Para aprender Go, eu indicaria inicialmente este site, com lições interativas e exemplos em português: Aprenda Jogar Go Interativamente.

Onde eu posso jogar?

Existem grupos de jogadores em diversos locais no Brasil, assim como campeonatos, regionais, nacionais e internacionais, mas nosso foco aqui é o mundo digital.

Como foi dito os computadores ainda não são páreos para humanos em partidas equilibradas, porém se você não é profissional, você pode se divertir com algumas opções, e mesmo se for, tente dar o máximo de vantagem possível para o computador que pode ser interessante também.

Não existem muitas opções open source na internet, mas eu trouxe aqui duas delas:

Fuego: sem opção de ajuste de dificuldade, porém você pode ajustar a vantagem, para você ou o computador, é uma alternativa rápida e fácil. Download aqui.

MultiGo: apesar de um pouco mais complicado para mexer inicialmente, possui mais opções, e pessoalmente acho uma opção melhor, sua opção de mostrar territórios, a pontuação nas diferentes regras e a fórmula que utiliza, me ajudaram a compreender melhor o Go.

O site do projeto é este: http://www.ruijiang.com/multigo/

Porém para poder jogar contra o computador, é necessário realizar o download do MultiGo (aqui) e do GNU Go (aqui), pois ao selecionar esta opção no MultiGo, irá pedir para indicar onde está o GNU Go.

Agora se seu objetivo é jogar online contra as pessoas, temos mais opções disponíveis, em português temos o Fly or Die, e internacionalmente exitem mais duas opções: o KGS Go Server e o TYGEMGO, este último oferece partidas contra o computador e um sistema online de troca de ranking, baseado no tradicional kuy e dan.

Para android também temos duas opções, Go Free, que acho a melhor opção, porém é preciso comprar para jogar no tabuleiro 19×19 e ElyGo Lite (Go Game), que é totalmente de graça.

Só para terminar…

…eu indico para quem entende de inglês o site Sensei’s Library por conter uma grande quantidade de informações e de qualidade sobre o Go e o livro The Game of Go, the national game of Japan (1908) disponível gratuitamente na internet, aqui.

 

TG

Jhordan

Muito prazer me chamam de otário, por amor às causas perdidas. (Dom Quixote, Engenheiros do Hawaii)

Deixe o seu comentário, crítica ou sugestão !