Menu de Navegação de Páginas

6 dicas de segurança para quem joga no celular ou tablet com Android

Já aconteceu antes e você não quer que aconteça de novo. Depois de instalar um cracked app no seu Android, ele foi infectado com malware.

Por André Alves*

Agora você está começando a notar algumas cobranças caras de serviços na sua conta do celular para os quais não se inscreveu. Sem outra opção, você acaba pagando por algo que não fez.

Pergunte a qualquer usuário dedicado do Android e ele pode fazer uma lista explicando porque é um dos melhores sistemas operacionais que existem. Mas, como acontece com outras tecnologias e plataformas, você pode esperar se deparar com alguns problemas, de vez em quando. Sejam os suspeitos comuns, como bugs, vulnerabilidades ou outros problemas de segurança mais graves, como malware e ataques móveis – e até roubo de dispositivo – seu celular e os dados dentro dele podem ser roubados, espiados e usados por cibercriminosos, se você não tomar cuidado.

Encontrar tais ameaças pode apresentar muitos outros riscos de segurança e privacidade, além de contas de telefone pesadas. Você pode não saber, mas os cibercriminosos também estão aí para pegar suas informações pessoais. Mas como o cenário móvel está sempre mudando, proteger seu celular pode ser chato. Por isso, muitos usuários tendem a confiar nas configurações de segurança padrão. Embora isso ajude, é melhor fazer um pouco mais para garantir que você esteja coberto quando um desastre acontecer. Como você pode proteger seu Android? Esses são alguns ajustes simples que você pode fazer para garantir que seu celular, e os dados que estão nele, estejam protegidos:

· Proteja seus dados – ativar um código de bloqueio de tela impedirá que outra pessoa – ou um ladrão de celulares – acesse seus dados do celular. O Android, virtualmente, vem com medidas de segurança pré-instaladas, que podem ser acessadas facilmente e ativadas a partir do sub-menu de segurança. A tela de segurança do Android também traz uma opção para criptografar seu celular. Ativar essa opção ajudará a proteger informações sensíveis (como dados corporativos) armazenadas no seu celular.

· Fortalecer senhas e permissões para aplicativos – o Google faz um bom trabalho na sincronização de suas atualizações com os dispositivos Android. Mas, alguns fabricantes demoram um pouco mais para atualizar. Lembre-se de verificar as funções que você permitiu que o aplicativo acesse e não esqueça de usar senhas fortes e únicas. Note que as senhas podem ser decifradas e, se você usa as mesmas senhas, os hackers podem adivinhar as senhas de suas outras contas sem esforço.

· Aplicativos de segurança – é sempre uma boa ideia usar aplicativos de segurança. Um aplicativo que ofereça recursos antirroubo, como limpeza, rastreamento e bloqueio remotos e, também verificação e detecção, podem ajudar a reduzir potenciais ameaças.

· Conecte-se a redes seguras – quando você está com pressa, ou parece não haver nenhuma outra rede alternativa, parece prático se conectar a uma Wi-Fi pública. Mas, pense duas vezes antes de fazer isso. Redes WI-Fi não protegidas podem ser usadas para ataques “man-in-the-middle”, por onde os dados são interceptados por outra pessoa.

· Evite fazer “root” em seu aparelho – Antes de “enraizar” seu aparelho para conseguir permissões mais elevadas, considere os prós e contras. Embora ele permita maior controle sobre seu dispositivo, ele também pode permitir que aplicativos não aceitos, inclusive os maliciosos, acessem seus dados. Isso também dificulta corrigir e atualizar seu sistema operacional e aplicativos, podendo deixar seu dispositivo vulnerável.

· Faça download de lojas oficiais de aplicativos – Baixar aplicativos de outras lojas é uma das maneiras mais fáceis de qualquer dispositivo móvel ser infectado por malware. Limitar seus aplicativos aos das lojas de aplicativos oficiais (como a loja Google Play) pode diminuir os riscos.

*André Alves é Sales Engineer e especialista em Segurança da Informação na Trend Micro

TG

Zêr Arnaldo

Atua na área de Geoprocessamento, é editor do Titan Games. Foi curador da área games da Campus Party, adora quadrinhos, fotografia, astronomia, sonhador como Julio Verne, fan do bom e velho rock ‘n roll. Sua meta é conhecer os quatro cantos do mundo, ou quem sabe ir para o alto, e para o infinito ! 🙂

Leia também:

Deixe o seu comentário, crítica ou sugestão !