Menu de Navegação de Páginas

Mercado de games no Brasil se mantém forte e oferece diversas oportunidades de trabalho.

Apesar do momento de crise financeira do país estar afetando vários setores da economia, o mercado de games não tem sentido esses impactos. Atualmente, este setor movimenta US$66 bilhões em vendas por ano no mundo e o Brasil contribui com uma boa parcela desse número, cerca de US$ 1 bilhão, segundo dados do Euromonitor Internacional.

Além disso, os brasileiros aparecem em quarto lugar no ranking mundial em relação ao número de jogadores e ocupam a 11ª posição em termos de faturamento, de acordo com informações do instituto de pesquisa de mercado NewZoo.

Com isso, trabalhar nesta área é uma ótima oportunidade para os apaixonados pelos jogos e tecnologia. No entanto, poucas pessoas conhecem as diversas áreas de atuação. A Gracom, que é a primeira escola de efeitos visuais a adotar o modelo de franquias no Brasil, oferece diferentes cursos especializados nesta área.

Para quem quer conhecer um pouco mais as opções de atuação na área, os cursos da escola podem ajudar a encontrar um novo caminho no mercado de trabalho:

Open CG: É o curso mais procurado da Gracom, como foco na criação para computação gráfica, possibilitando o desenvolvimento de personagens virtuais, confecção de briefings, story boards, concepts, formas, cores, layouts e animação em 3D para produção de curta metragem.

CineTV: Possibilita a atuação em produções televisivas e cinematográficas, como foco em produção gráfica, edição de vídeo, áudio, fotografia, filmagem, efeitos especiais, autoração, produção de Blue-Ray, aberturas de novelas, efeitos especiais para filmes, personagens digitais e 3D.

Gamer Dev: Criado para habilitar o desenvolvimento de jogos digitais. Os alunos aprendem a planejar e desenvolver jogos com as mais atuais ferramentas do mercado, tornando-o um expert em projetos e programação de games.

Gamer Art: O objetivo do curso é formar artistas digitais, trazendo possibilidades de criação em games e filmes. O conteúdo abrange a elaboração de personagens 2D e 3D, cenários, composição, aplicação de luz, texturas e esculturas digitais

Set3D: Tem como foco o conhecimento das ferramentas mais utilizadas nas áreas de visualização e confecção arquitetônica, dando a possibilidade de apresentar com qualidade e agilidade projetos em 3D. Todo treinamento é baseado nas etapas de produção de um projeto na área de arquitetura: leitura de projetos, modelagem, texturização, iluminação, renderização e pós-produção. A área de atuação é bem abrangente, vai desde escritórios de arquitetura até criação de cenários para jogos de entretenimento.

Sculpture Tradicional: técnicas de escultura tradicional em massa de modelar para criação de personagens, incluindo as regras de anatomia e suas proporções corretas, além da armação de arame necessária para o esqueleto da escultura. Produções de médio porte já utilizam os serviços de escultores que permitem visualizar como serão os personagens dos jogos, filmes e animações. Todos os detalhes desses personagens são pensados, modificados e definidos antes deles serem modelados em 3D.

Fonte: Encaso Comunicação Corporativa

Zêr Arnaldo

Atua na área de Geoprocessamento, é editor do Titan Games. Foi curador da área games da Campus Party, adora quadrinhos, fotografia, astronomia, sonhador como Julio Verne, fan do bom e velho rock ‘n roll. Sua meta é conhecer os quatro cantos do mundo, ou quem sabe ir para o alto, e para o infinito ! 🙂

Leia também:

Deixe o seu comentário, crítica ou sugestão !