Menu de Navegação de Páginas

Jogo de tabuleiro leva os jogadores para uma aventura medieval inspirada nos MOBAs

A partir do dia 25 de maio, todas as pessoas que participaram do processo de financiamento coletivo do jogo receberão um exemplar em suas casas e os interessados em adquirir poderão fazer as compras nas distribuidoras oficiais.

Com elementos exclusivos e um gamedesign inovador, Zodiacus Intrépidos se passa em um mitológico mundo medieval governados pelos signos do zodíaco. Ao todo, o jogo é composto por quatro tabuleiros, 16 runas, oito dados e 12 mini estandartes. Além disso, 12 Intrépidos e oito guardiões terão papel importante na criação das estratégias de combate.

Baseado nos conceitos de jogo dos MOBAs como League of Legends e Dota, os apaixonados por esse estilo de jogo se sentirão em casa. Com objetivos semelhantes aos battle arena, os jogadores de Zodíacus Intrépidos deverão destruir torres e avançar tropas até conseguirem derrubar a principal estrutura do jogo: o castelo.

Zodiacus

O jogo foi desenvolvido com o apoio da INTZ, organização brasileira de esportes eletrônicos. Segundo Marcos Barreto, co-fundador e idealizador do projeto de Zodíacus Intrépidos, a parceria com a INTZ é uma segurança para os jogadores quanto à qualidade do jogo. “O fato do jogo ter sido feito em parceria e estampar o nome da INTZ na caixa demonstra o quanto o design do jogo foi estudado e é dá maior segurança para os fãs dos MOBAs se lançarem nessa aventura ambientada em um tabuleiro”, anunciou Marcos.

O Zodiacus poderá ser jogado por duas ou quatro pessoas e seu exclusivo sistema de progressão oferecerá uma experiência única durante os combates. Os jogadores poderão escolher entre jogar em partidas 1×1, 2×2 ou Todos Contra Todos e o tempo de jogo deverá variar de 50 minutos a 2 horas.

O jogo contou com um processo de financiamento coletivo e conquistou 182% do valor determinado. Com mais de R$ 9 mil arrecadados, a campanha foi um sucesso e demonstrou a necessidade de inovação no mercado de jogos de tabuleiro. “Nós estruturamos a campanha com muito cuidado e estudamos muito o mercado antes de efetivamente decidir lançar o jogo”, disse Barreto.

Saiba mais em: http://zodiacusbg.com.br/

TG

Zêr Arnaldo

Atua na área de Geoprocessamento, é editor do Titan Games. Foi curador da área games da Campus Party, adora quadrinhos, fotografia, astronomia, sonhador como Julio Verne, fan do bom e velho rock ‘n roll. Sua meta é conhecer os quatro cantos do mundo, ou quem sabe ir para o alto, e para o infinito ! 🙂

Leia também:

Deixe o seu comentário, crítica ou sugestão !