Menu de Navegação de Páginas

Professores de Etecs e Fatecs utilizam Pokémon GO para abordar temas didáticos

Professores de Etecs e Fatecs utilizam Pokémon GO para abordar temas didáticos

Ao perceberem que o game Pokémon GO virou uma febre nas Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais, professores do Centro Paula Souza estão recorrendo a elementos do jogo para atrair o interesse dos alunos em temas didáticos abordados nas salas de aula.

O professor Eddy Antonini, da Etec Dr. Demétrio Azevedo Júnior, de Itapeva, está fazendo sucesso na internet com o vídeo em que ele aparece na classe com os alunos do curso técnico de Eletrônica, ensinando trigonometria por intermédio do jogo. Os portais BuzzFeed Brasil e G1 publicaram entrevistas com Eddy, em que ele explica como a matemática pode ajudar nas estratégias dos competidores.

Já Anderson Sene, da Etec Prof. José Sant’Ana de Castro, de Cruzeiro, aplicou os “pokeconceitos” para criar um modelo de banco de dados com os estudantes do curso técnico de Informática integrado ao Ensino Médio. “A participação dos alunos na aula foi excelente. Os exemplos do jogo ajudam a despertar o interesse do jovem, que assimila com mais facilidade os conteúdos porque é feita uma relação com a realidade do seu dia a dia”, diz.

Aprendizado tangencial

Para o coordenador do curso superior de Tecnologia em Jogos Digitais da Fatec Carapicuíba, Alvaro Gabriele Rodrigues, o fenômeno do Pokémon GO chamou a atenção dos professores para o conceito de “aprendizado tangencial”, no qual os jogos podem contribuir para o ensino a partir da familiaridade despertada pela experiência do jogador, mesmo que a educação não seja a finalidade do game.

“Trata-se de uma prática pedagógica inovadora. Cada professor pode aproveitar os elementos do jogo da forma que quiser, tanto nas áreas que envolvem recursos tecnológicos quanto nas aulas de geografia, história e outras disciplinas regulares. Não há limites para a criatividade”, explica.

Sobre o Centro Paula Souza – Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, o Centro Paula Souza administra as Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e as Escolas Técnicas (Etecs) estaduais, além das classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos técnicos, sob a supervisão de uma Etec –, em mais 300 municípios paulistas.

As Etecs atendem mais de 213 mil estudantes nos Ensinos Médio, Técnico integrado ao Médio e no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços. Nas Fatecs, o número de alunos matriculados nos cursos de graduação tecnológica ultrapassa 77 mil.

Zêr Arnaldo

Atua na área de Geoprocessamento, é editor do Titan Games. Foi curador da área games da Campus Party, adora quadrinhos, fotografia, astronomia, sonhador como Julio Verne, fan do bom e velho rock ‘n roll. Sua meta é conhecer os quatro cantos do mundo, ou quem sabe ir para o alto, e para o infinito ! 🙂

Leia também:

Deixe o seu comentário, crítica ou sugestão !